Kia Clarus (4)


Campo Belo, São Paulo.

Contribuição de José Loyola.
=========================================


61 comentários em “Kia Clarus (4)”

  1. FRISTO!!

  2. O camarada tinha um Uno para o dia a dia e, Clarus, um Kia para viajar. O carro de luxo apresentou problemas de cambio ou motor, ficou aguardando peças e o dono o deixa na rua, sem dó, ocupando espaço e desperdiçando dinheiro…

    • Tem um amigo meu aqui em Campinas que tem um igualzinho, só que em ordem. Ele quer um desses aí pra tirar peças, vc conhece o dono? Será que ele vende?
      É um ótimo carro, espaçoso, confortável e anda muito bem (2.0 16V)… só que é um mico!

    • Sabe o endereço que este veículo esta estacionado, gostaria de ofertar uma compra ao prorietário!

  3. Coitado desse Clarus “Escurus”, tá largadão de vez. Esse é 1997, igual ao meu que vendi em fevereiro passado. Não tendo problemas de câmbio (principalmente automático) o resto dá-se um jeito, tem peças no mercado e várias dá para adaptar ou refazer (com resultados até melhores que o original). Fiquei com o meu Clarus por 11 anos, e se ele não foi o melhor carro do mundo, tampouco foi o pior. Comparado com o que tinha de nacional em sua época (Vectra, Omega, Tempra, etc), e também importados (Mazda 626, Chrysler Neon, etc) ele dava lavada na concorrência.

    • Querer comparar essa granada sem pino “made in Korea” com Vectra B e Omega é pra f*der, né?

      • Desculpa, mas seu comentário não tem base na realidade. Eu conheço e dirigi todos os carros que mencionei, e reafirmo que em sua época o Clarus era melhor escolha, descontado preço de revenda (que é ruim para qualquer carro importado). Aliás antes sequer de pensar em comprar um eu já ouvia os mesmos comentários de amigos meus que trabalhavam com carros usados. E esse pessoal não tem nenhuma paixão pessoal, carro para eles é simplesmente dinheiro sobre 4 rodas.

        • Pode ser questão de gosto, mas o Vectra B e o Omega não foram bem sucedidos apenas no Brasil, mas também no exigente mercado europeu. Já o Kia…

          • Mas o Clarus vendeu bem na Europa, incluindo-se Inglaterra e Alemanha. E pelas mesmas razões que aqui: preço por preço ele oferecia mais. Ainda se acham peças do Clarus à venda no eBay UK.

          • Europeu só compra carro coreano por causa do preço mesmo, pois se tiver de condição de gastar mais, ele não vai deixar de adquirir um produto local, de qualidade garantia, para comprar um carro coreano.

      • hahahaha granada sem pino otimo hahahaha

  4. É um belo automóvel,carrão. Um amigo do meu pai tinha um desses,igualzinho a esse azul marinho e 97. Diz ele que que o motor fundiu 2 vezes,qndo ele arrumou pela ultima vez foi vender e ficou quase 1 ano para se desfazer dele,qndo conseguiu conseguiu muito pouco por ele. Uma pena,um carro lindo,em mãos de quem não sabe dirigir,dá nisso kk

  5. eita…escrevi “que” e “conseguiu” 2 vezes seguidas haha

  6. Bonito esse sedan.

  7. Essas budegas asiáticas… sei não… Sempre desconfio

  8. Carro ecologico!!!

  9. Carro completo. Pena estar assim.

  10. nessas épocas, a kia não tinha muito suporte técnico para esses tipos de carros, mas hoje em dia, compensa arrumar, é um belo carro

  11. Pra esse carro dar uma lavada em omega e vectra tem que comer muito feijao

    • Você fala de boca, eu falo por experiência própria. Se eu tivesse que comprar um sedã 1997 novamente, entre Clarus, Vectra (CD), Chrysler Neon e Mazda 626 não hesitaria um instante em pegar o coreano de novo.

      • Eu falo por experiencia,

        Experiencia de quem ja teve um desses e um omega…

      • Se for assim, vc fala de boca também. Tirando o Vectra e o Omega, os outros que vc citou (Neon e 626) são iguais ao Clarus, as famosas duas alegrias (uma quando compra e outra quando vende).

        • Apesar de derivado do 626, o Clarus foi um projeto diferente e resultou em um carro com caracterísicas distintas. Nunca tive um 626 mas dirigi um de um amigo que era fã da Mazda. Não são iguais. Já o Neon é outra plataforma, um pouco menor e menos potente que o Clarus. E o câmbio automático do Neon era de 3 velocidades simples, enquanto que o do Clarus era de 4 e eletrônico (esportivo e safety mode). Agora, todo carro importado é “duas alegrias”…

          • O Neon era um sedã de categoria inferior e não deveria ter uma mecânica tão refinada quanto ao do Mazda 626, por exemplo. Carro importado só é considerado “duas alegrias” quando o dono se preocupa em vendê-lo por conta da baixa qualidade. Todo mundo sabe que um Audi, BMW, por exemplo, terão grande desvalorização na hora da revenda, mas quem tem, adora. Ainda vai demorar pra essas traquitanas coreanas poderem ser comparadas a carros japoneses e alemães.

        • Você está julgando a qualidade de um carro pelo valor de revenda? Que tipo de comparação é essa?

  12. Tá Clarus que é um lixo…

  13. Putz… Percebe-se que faz um bom tempo que não sai daí. Daqui a pouco vira reserva florestal.

  14. Gosto desse carro! Era muito legal na sua época.
    Mas preferia que ele tivesse vindo com o nome original: Kia Credos. O nome deve ter sido trocado por razões óbvias…

  15. belo krro… apesar de ser kia.
    infelismente um krro com manutençao um pouco tensa… m

  16. O carro pode ser uma bomba, mas o dono consegue ser ainda mais merda que o carro quando deixa as coisas chegarem a este ponto, independentemente do carango… No mais, um baita carro com um dono tosco!

  17. Uma pena , já ta nascendo uma floresta em volta do carro … daqui a pouco vão ter que carpir pra tirar o carro dai

  18. É blindado com certeza a borda do vidro tá muito grande

  19. acho bonito,com tantos carros da Kia nas ruas,será que as peças ainda são caras???

    • Depende do que você chama de “caro”. Eu diria que, no geral, as peças custam cerca de 20% a mais do que similares para carros nacionais. Mas uma coisa é você ir numa concessionária KIA e comprar uma peça que vem numa caixinha KIA – e pagar um preço exorbitante na caixinha – e outra é você comprar a mesma peça no mercado independente. Dois anos atrás eu troquei o alternador do Clarus. Na concessionária (que não tinha a peça em estoque, claro, teria que importar e demoraria 60 dias) o alternador me custaria cerca de R$800,00. Numa loja de peças para carros coreanos em São Paulo eu comprei o mesmíssimo alternador (marca “Mando” coreana) por R$450,00.

      • De fato, existem inúmeros importadores de peças especializados nesses carros, ninguém precisa depender de concessionária. A desculpa de “manutenção cara” beira o comodismo.

  20. tem até um pé de maconha do lado !!!

  21. ja abriram o capo pra tirar peças do motor

  22. Ja tiraram o motor completo .

    • O motor do meu Clarus nunca deu maiores problemas (embora tivesse que trocar os tuchos hidráulicos pois 2 deles ficaram defeituosos, e anos mais tarde troquei a junta do cabeçote, que começou a vazar). Mas se ele abrisse o bico e pedisse retífica, eu tinha em mente simplesmente trocá-lo pelo motor V6 do antigo Mazda 929. O Clarus foi um projeto da KIA que se baseiou em duas parcerias comerciais que ela tinha na época, com a Mazda e com a GM. Da Mazda a KIA pegou a plataforma do 626 e deu uma esticada, bem como o motor 2.0 geração FE (que de 125CV na versão japonesa pulou para 133CV na versão coreana). Já o estilo da carroceria veio do Buick Century. A KIA pretendia que o carro tivesse 3 versões, a baixa (motor 1.8 que creio nunca veio para o Brasil), a intermediária (com o 2.0 DOHC) e finalmente a versão top, V6. Cada versão dessa teria diferentes níveis de acabamento e acessórios. As duas primeiras versões viraram realidade=, mas a versão top não chegou a nascer. A KIA estava se baseando na mecânica do Mazda 929, mas aquela plataforma acabou sendo descontinuada e o Clarus ficou apenas com o motor 4 cilindros. Mas o projeto previu a colocação do motor V6, e na época essa adaptação era feita no Exterior, sem maiores complicações. Eu até cheguei a localizar um motor de 929 em Santa Catarina. Mas o meu 4 cilindros jamais pediu substiuição, até que eu vendi o carro em fevereiro passado. Como o Clarus era mais leve que o 929, acho que ia andar bem…

  23. o capo parece que esta solto…….so colocado em cima do motor, ou esse carro tem uma dobradiça muito diferente

  24. Belíssima foto!Quando nascem plantas ao redor do carro,aí fica mais interessante ver! Porque será esse gosto mórbido de ver fotos de carros abandonados? Quando estão circulando,não presto tanta atenção! Já pensaram nisto?

  25. descanse em paz!

  26. É verdade James, também penso como você.
    Acredito que o que nos atrai para ver carros abandonados é o fato de ser um grande desperdício, tal carro estar largado.
    E assim começamos a viajar no assunto, imaginamos aquele carro quando novo, quando ainda rodava pra cima e pra baixo, quando foi usado pela última vez, etc.
    Eu sou um aficcionado por carros abandonados.
    Aqui perto de casa tem o pátio do Detran, tem de tudo por lá, caminhões, carros nacionais, importados, ônibus, etc.
    Óbviamente, lamento por aqueles carros estarem jogados por lá, mas ao mesmo tempo fico curioso e intrigado com esses carros.
    Mas enfim, embora a gente seja apaixonado por carros, “gostamos” também de ver carros órfãos, ponto e basta.

    Quanto esse belíssimo Kia, nem sei o que dizer.
    É um carro lindo, com um desenho moderno, super confortável, muitos acessórios e tudo isso por um preço atraente na época, se comparado à seus concorrentes.

  27. Pelo tamanho do mato próximo ao retrovisor deve estar aí há um tempinho.
    Bonito carro.

  28. Eu tenho um 97 Bege metalico e não me arrependo da granada melhor que andar de 1000 sem nada.
    Tenho ar direção couro freios abs e ainda cambio automatico tudo que um bom carro deve ter o porta malas cabe os malas e as malas sem problemas de espaço.
    Concordo com meu amigo que em comparação aos concorrentes ele deixa muitos no chinelo.
    Não podemos esquecer que qinda no Brasil as pessoas pensam em opcionais quando lá fora isso é de fabrica.
    Para o nosso amigo Silva e compania acredito que ainda pensam que é melhor um fusca pois com uma alicate e um arame se concerta quase tudo.

  29. Tenho um desse 96/97. Comprei faz um mês e encostei ele no mecanico pra fazer tudo que tem que ser feito.
    Trocar: escapamento, junta do cabeçote, correia dentada, mangueira do radiador.
    Tá com problemas no alternador que se ligar som, ar, farois passa a não carregar suficientemente a bateria.
    Bem sou deficiente fisico preciso de um carro automatico tinha pouco dinheiro e comprei o carro sabendo que tinha que dar essa garibada nele. Acho que vou gastar uns R$1600,00 mas se ficar bom vou casar com ele por 2 anos, o que me deixou assustado foi os comentarios sobre problemas na caixa de cambio automatica!

    • Alternador você pode mandar recondicionar, mas é serviço prá 1 ano no máximo. Na http://www.powerparts.com.br você acha várias peças para o Clarus e talvez tenham o alternador zero em estoque (marca MANDO, a mesma usada originalmente). A caixa automática do Clarus é simplesmente fantástica, em 11 anos de uso diário jamais me deu qualquer problema. Nesse período apenas troquei o fluído. Ela é fabricada no Japão, usada na época pelos carros da Mazda e outras marcas nipônicas.

  30. Se for pra mim um dia escolher um carro coreano, ainda fico com um kia, além de já ter um bom tempo de mercado os produtos até que são bonitinhos, mas se presta, dai eu não sei.Sou mais um omegão gls 2.0 do que qualquer coreano.

  31. Um amigo meu tinha um carro desses com seguro, e so deixava aberto pra ver se ladrao levava….rsrs nao levou…

    • Eu tinha seguro no meu até ele completar 10 anos de vida, aí a apólice subiu muito e eu larguei. De fato esses carros coreanos (aliás a maioria dos importados que não são de luxo) são “inroubáveis”.

  32. tenho um 97 glx que nunca deu problema comprado zero km.
    quem fala mal e por so anda de carroça 1.0 como disse o fernando collor em 1990.coisa de mente fraca,a propria industria nacional trata vc consumidor dessas merdas motorizadas como lixo,basta ver a nova alicota de imposto sobre os carros importados.

  33. Sou dono de um 97,branco,todo original,nem precisa incluir nada nele,afinal é completissimo,estou com ele a 5 anos,não troco por carro nenhum, esses dias apareceu alguns problemas e quero fazer a manutenção, alguém conhece um lugar bom para fazer aretifica do motor que é 2.0 16v,começou a dar uma rajadinha no motor e não pretendo deixar piorar nem soluções paleativas como oleo grosso,alguém conhece quem trabalhe com esse motor?

    Obrigado,

    Jeferson

  34. Jeferson, não tenho uma retífica específica para te indicar, mas o motor 2.0 do Clarus é “padrão” e qualquer mecânico mexe nele. O seu mecânico de confiança tem condições de verificar o que precisa ser feito, checar as medidas de pistões e providenciar o serviço numa retífica de confiança. Se tiver dificuldades para encontrar as peças, tente a Power Parts ( http://www.powerparts.com.br ), nos 11 anos em que usei o meu Clarus sempre comprei peças de reposição com eles. Outra possibilidade é importar diretamente dos EUA, via sites como o eBay. Nesse caso você deve procurar peças para o KIA Sportage 2.0 a gasolina. É práticamente o mesmo motor do Clarus, com pequenas alterações (comando de válvulas e tampa de válvulas, por exemplo). Mesmo com o dólar em alta pode ser uma opção. mais em conta. Boa sorte.

  35. po sacanagem um carro desses abandonado ai não ne

  36. Eu posso falar por experiência própia, tenho um e não trocaria por nenhum nacional, o carro é completo e para pessoas que sabem o que quer, ao contrário do que a maioria diz, não dá problemas com facilidade, é só ter sua revisão periódica em dia como qualquer outro carro, se não cuidar meu amigo tudo acaba, quem diz que o carro é ruim é porque só sabe rodar e não quer gastar com revisão, ai fica difícil, e que se mordam de inveja, mas deixei de saber estou mintado num KIA!

  37. tenho um kia clarus ano 98 motor 2.5 24 v 165 cv completao sensor de velocidade trav central altom ar con gelando bancos d couro alarm de sinaleira ligado luz decortezia de chave igui direçao hidraul vidro etrav nas 4 port retrovisor eletricos 5 jogos de rodas originais o pior funciona tudo e pitura holografico e ums dos carros mais largos que tem depois do galant por dentro e fora e mais os vidros sao anti refletivos de luz fortes eles escurecem na claridade muito forte tenho o meu dez de zero esse carro ai deve ter problema de documentaçao nao por peças ou manutençao pois peças tem avenda e o motor nao da problemas

    • Nunca ouvi falar desse motor 2.5 do Clarus. Os 98 e 99 que vi no Brasil usavam o mesmo motor 2.0, 4 cilindros e 133Cv do meu 1997. Ele tinha também o motor 1.8 mas esse nunca veio para o Brasil (graças a Deus). O Clarus foi desenhado (suspensão, freios e câmbio) para aceitar o motor 3.0 V6 e 193HP do Mazda 929, mas isso nunca aconteceu. Mas essas alterações deixaram o Clarus muito robusto, com freios sobrando e câmbio funcionando redondo. A caixa automática era fabricada pela Isuzu japonesa, coisa fínissima.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: