Alfa Romeo 155 (2)


É o fim dos tempos.

Taguatinga, Distrito Federal.

Contribuição de Tiago Camargo via foto de Fernando Dácio.
=============================================


51 comentários em “Alfa Romeo 155 (2)”

  1. Caramba, triste essa cena hein ?
    Isso é o resultado da importância que a Fiat deu para a Alfa aqui no Brasil. Esse carro é muito bonito, todo modelo da Alfa Romeo é um clássico. Creio que esse esteja aí pela imensa dificuldade de encontrar peças. Tá muito castigado. Creio ser 95 ou 96.

    • Mesma situação do Tempra, já que a mecânica dos dois modelos é praticamente a mesma !!!

      • Já cá faltava a conversa dos Tempras… enfim… Há gente com palas nos olhos! Jesus!

      • Falta de conhecimento é osso.. Mecânica da Alfa Romeo é praticamente a mesma da Fiat é? Se é assim o motor do seu bem amado Gol é o mesmo do A3? santa ignorância…

        • Ignorante é você meu amigo, tá vomitando besteira aqui no blog !!! Se informe antes de despejar baboseira. Em primeiro lugar não tenho Gol, em segundo lugar tu deve entender muito de carro para comparar Gol com Audi A3, em terceiro lugar, o motor dessa Alfa é 2.0 16v, é o mesmo ultilizado nos Fiat Tempra e Tipo, só que no Tempra, a potência era de 127 hp aproximadamente.
          _
          Vá se informar e aprenda mais coisas !!!

          • respondendo com educação seu comment;
            A Alfa Romeo usava para o modelo 155 a seguinte gama de motores:
            1.7 L 1749 cc 84 kW (115 PS) @6000 rpm, 146 N·m (108 ft·lbf) @3500 rpm
            1.8 L 1773 cc 98 kW (129 PS) @6000 rpm, 165 N·m (122 ft·lbf) @5000 rpm
            2.0 L 1962 cc 109 kW (148 PS)@5800 rpm, 186 N·m (137 ft·lbf) @3000 rpm
            2.0 L 1995 cc 104 kW (143 PS) @6000 rpm, 187 N·m (138 ft·lbf) @5000 rpm
            e a versão 25 V6, usada para obter a homologação para o DTM

            a versões trazidas para o Brasil usavam o motor 2.0 na configuração Twin Spark (2 velas por cilindro).. esse motor era uma versão atualizada do usado na Alfa Romeo 75(antecessora da 155 e ultimo projeto Alfa Romeo antes da aquisição pela Fiat),e posteriormente usado no Lancia Dedra ( que assim como a Alfa 155, e os Fiat Tempra e Tipo,utilizava a plataforma do projeto Tipo Tre do studio I.D.E.A)
            Quando ao Gol/A3 se vc não entendeu, fiz uma pergunta baseada no fato de dizer que por ser do mesmo grupo (VW) como a Alfa é do grupo Fiat, se usam o mesmo motor… Quanto ao resto do seu comment(vomitar besteira) não respondo pq é tiípica reposta que tem não sabe argurmentar.

          • complementando: o motor usado na Alfa Romeo 155 que utilizava o mesmo BLOCO do Fiat Tempra, era a versão 2.0 normal (não Twin Spark).Coletores de admissão e escape, módulo de injeção, bicos,e as 2 velas por cilindros, eram a cargo da Alfa, assim como o cabeçote,feito por uma liga especial de alumínio.O sistema de dupla vela por cilindro é uma exclusividade esportiva dos motores Alfa Romeo;
            antes que seja respondido com a educação anterior,mais informações no link:
            http://www.worldlingo.com/ma/enwiki/pt/Alfa_Romeo_155

          • Aqui na Europa os Alfas movidos a gasolina são TODOS Twin Spark, sem excepção! Já os diesel são JTD e mais recentemente JTDm, que é uma versão melhorada e com melhor rendimento na dicotomia potência/ consumo. Já os Fiat, agora começam a aparecer mais unidades a diesel na estrada, mas até há bem pouco tempo não era assim (a velha escalada dos preços dos combustíveis). Os diesel recentes são já JTD, ou seja, a versão antiga dos diesel utilizados na Alfa e os gasolina são simplesmente isso mesmo: motores common rail a gasolina, sem a cena do Twin Spark. No 1º modelo Punto – e mesmo no Panda – havia até versões comerciais (carros ligeiros em tudo iguais aos demais mas apenas com 2 lugares) com motores a gasolina, o que é uma perfeita estupidez considerando que se eram comerciais (para uso de empresas), e dado o preço da gasolina ser muito superior ao diesel, obviamente não vingariam. Daí serem raríssimos. Mais uma vez se comprovam os erros de estratégia da Fiat. Abraços Lusos!

          • P.S.: Eu não digo que a Fiat é má, porque não é. Tem modelos memoráveis do antigamente e mesmo nos novos, caso do novo Fiat 500 que simplesmente é lindo e vende como pão quente. Além disso, a Fiat foi muitas vezes pioneira na construção de motores. Como disse atrás, o common rail que hoje é vulgar foi inventado pela Fiat. Os motores TDI que são hoje imagem de marca do grupo VW e vão chegar aos Porsche (é, acreditem- a Porsche comprou a maoiria do capital VW) foram primeiramente oferecidos à Fiat pela Bosch, que antes apostou no common rail. O resultado está aí: a Fiat, ao ver o sucesso dos TDI foi correndo atrás com os JTD, mas com o comboio já em andamento… O problema da Fiat é mesmo os acabamentos que são, regra geral, de um padrão baixo pras exigências do mercado europeu. Mas por outro lado, até se entende dada a posição do mercado da Fiat europeia e o seu cliente alvo (pessoas de classe média com limitadas possibilidades de aquisição de carro novo). Assim, a Fiat, ao ter as 3 marcas sob a sua alçada tem um vasto leque de clientes que pretende e consegue atingir. A saber: a Fiat – classe média; a Alfa – classe média/ média-alta e por fim a Lancia que está vocacionada para uma clientela mais abastada. Como é óbvio, todos partilham muitos órgãos mecânicos, e seria de estranhar se assim não fosse. Mas daí a dizer que um Alfa tem um motor igual ao de um Tempra… Se assim fosse, por quê comprar um Alfa, substancialmente mais caro, se se poderia ter a mesma coisa num Tempra por um preço bem mais barato?? É só pensar caro amigo! Abraço

        • Ohhh igualzinha igualzinha…

          Cada entendido que aparece…

      • Até onde sei a mecânica dos Tempra era semelhante a alguns modelos da Lancia. Se não me falha a memória o motor 5 cilindros do Marea vem do Lancia Dedra.

        Já nos Alfa só algumas peças são semelhantes em relação aos Fiat e Lancia.

        Abraços
        ass
        Kiko Molinari

        • exatamente.. o Tempra veio em substituição ao Fiat Regata (1983-1990) e herdou muitos componentes mecânicos desse; do Lancia Dedra, compartilhava a mesma plataforma,junto com a Alfa 155. de 1989 a 1994 os dois comparilharam o motor
          Fiat Lampredi 2.0 i.e. (MPI) 116 PS (85 kW; 114 hp) 156 N·m (115 lb·ft) 1995 cc straight-4 1,180 kg (2,601 lb) 195 km/h (121 mph); o Fiat Twin Cam 2.0 16V (MPI) 139 PS (102 kW; 137 hp) 180 N·m (130 lb·ft) 1995 cc straight-4 1,260 kg (2,778 lb) 210 km/h (130 mph) estreiou em 1994 e ficou em produção até 1996.
          fontes: http://en.wikipedia.org/wiki/Lancia_Dedra http://www.wheelsofitaly.com/wiki/index.php/Fiat_Regata

    • Será que um possivel “novo pai” pra esse carro teria que pagar os débitos de todos os anos que esse carro teria ficado parado? Alguém conhece a legislação vigente? Bom seria um debate nesse espaço. O que acham?

      • ei cara! vc não gosta mesmo de teclar, não é? é só fz copy/ paste… ou tem medo de ganhar tendinites?? RSRSRSRS 😉

        • Parabéns pelo seu post em reply mais acima..Perfeita a sua definição das divisões de mercado das marcas do grupo Fiat,pena que aqui em terras tupiniquins não se tem essa visão;
          abraços!

      • Teria sim, caro Wilson.
        Mas nada q ñ se resolva tentando uma conciliação junto ao proprietario do estacionamento.
        Qto ao debito junto aos orgãos de transito, ou se paga (a vista ou parcelado) ou se busca os meios brasileiros de tentar apagar os debitos do mesmo no sistema do orgão responsavel, geralmente atraves de despachantes.

  2. Putz! Jogaram alguma coisa encima do capô, acho que é mais antigo que 95 / 96, deve pertencer à algum político.

  3. Que maldade… se não fosse tão difícil achar peças pra esses Alfas aqui no Brasil eu adotava na hora.

  4. visual bem diferente, nem é feio e nem é bonito. eu curti a grade q parece um diamante

  5. Também, com aquele Palio obstruindo a saída dele…

  6. … será que o dono passa lá todo dia pra renovar o cartão de estacionamento?

  7. e a fiat já anunciou que em 2012 vai trazer a marca Alfa de volta, kkk quanta credibilidade tem a empresa, deixar um carro como o marea ser vendido hoje por 10 mil reais, 12 mil reais a retifica do mesmo =) a fiat faz os melhores carros porém não da suporte para os mesmos

  8. putz eu amo este carro, mas como foi dito, a manutenção dele exige dinheiro, e p mim nem dá

  9. Pq é o fim dos tempos? É o fim dos Tempras!! auhauhauh!! A plataforma do Alfa 155 é a mesma do Tempra e, como bons irmãos, têm o mesmo destino até na orfandade. Esse vale até como Tempra do dia!

  10. Sinceramente eu prefiro o Alfa Ti4 do outro post. Mas se fosse pra adotar de graça eu adotaria, até mandava buscar ele, desde que não fosse blindado.
    O que é aquilo no vidro traseiro?
    O teto solar parece que está um pouco aberto, pena…

  11. Belíssimo achado, bela foto, triste estado do italiano…

  12. Cara.. Meu sonho de consumo por muitos anos..Carro lindo. Toda vez que vejo um me lembro daqueles usados no dtm nos anos 90.

  13. Desconfio que esssa traquitana NÃO seja um 155.

  14. já quebraram o espelho retrovisor esquerdo e o vidro da porta traseira pareçe que foi danificado;;; já não bastasse os tempras ,agora dois alfa romeo seguidos???

  15. Esse eu adoto. Se alguém conhecer o dono, diz que eu quero e vou buscar…

  16. Pelas rodas que tão nele, dá pra ver que o dono era tosco, o que explica em muito o porquê dessa “machina” tá desse jeito.

  17. Uma coisa muito comum é um sujeito se encantar por um importado cuja grande desvalorização o tornou um carro barato ainda que seja relativamente novo, comprar, e depois não ter dinheiro para manter. Aí, acontece isso: fica parado e se estagando cada vez mais.

  18. Tava lendo no Jornal do carro do JT e a Alfa romeu em 2012 volta ao Brasil
    Segundo a reportagem ela vai fazer carros numa fabrica da chrysler no Mexico para pagar menos impostos

  19. recuperavel oq sera akilo no vidro da porta de tras

  20. eu me lembro desse carro do gran turismo 2

  21. ppow… esse ai.. sei ñ…
    axo que tem volta mais ñ…

  22. “O motor desse Alfa 155 é igual ao do Tempra…”
    Cada coisa que a gente é obrigado a ler.
    Não é mesmo?

    • Pelas rodas que tão nele, dá pra ver que o dono era tosco (2).
      E não só pelas rodas mas pelos limpadores de para-brisa também.

  23. Como todos os Alfa Romeos, um carrão! Desempenho impressionante, sinfonia deslumbrante o som do motor e muito luxo e elegância. Lamentavelmente, contudo, a Alfa Romeo sofre de dois problemas sérios, o superaquecimento de seus motores e a péssima representação que a Fiat Automóveis S/A deu à marca no Brasil. Como já foi dito, representação ruim mina a marca.

    Felizmente, todavia, ‘il cuore’ é mais forte!

  24. Se é pra chorar com esse, vejam essa Alfa 164 e a barganha pelo qual ela está sendo vendida: http://www.gmrveiculosbaratos.com.br/Detalhes.aspx?Codigo=27

  25. Ahhh… e sem contar a 156!! http://www.gmrveiculosbaratos.com.br/Detalhes.aspx?Codigo=66

    Detalhe: ambas em condições de uso! Hahah!

  26. Que tristeza! Mais um Alfa Romeo dos anos 90 órfão!
    É muito, mas muito triste ver esses carros neste estado!
    Como já disse, sou apaixonado por carros, portanto sou receptivo à todos os modelos. Porém, esses importadors nos anos 90, tem um toque a mais.
    Acredito que seja pelo prestígio que eles causavam aos seus donos naquela época.
    Hoje infelizmente acabaram virando “bombas” para alguns, pois vão parar em mãos erradas por terem um preço atraente no mercado. E então quando aparece algum problema mecânico ficam jogados pelos cantos das oficinas, nas ruas e outros lugares, neste estado tenebroso.
    Os modelos da Alfa, vendidos nos anos 90 eram demais. Carros com espírito nervoso, com força, o 145, o 155 e o 164 eram surpreendentes, os seus sucessores que vieram a partir de 98/99, o 147, 156 e por fim o 166 respectivamente também são máquinas que dispensam qualquer comentário.
    Enfim, mais uma cena triste, lamentável demais.

  27. Sam Nitts, o Celso tem razão. O motor nunca foi o mesmo, pelo menos nas versõs vendidas no Brasil, p twin spark…….Looser,

  28. Mais uma prova do completo desastre que foi a operação brasileira da Alfa Romeo nos anos 90. Marchionne afirmou que a marca estará de volta em 2012, com produtos feitos no México, mais precisamente na ex-fábrica da Chrysler em Toluca, de onde saía o PT Cruiser. Essa é a última chance para a Alfa no Brasil, espero que a Fiat faça direito dessa vez.

  29. MORRI de novo. Já não chega a BMW E34 agora o Alfa 155. Vi um desses andando em perfeito estado essa semana mesmo. Chama muito a atenção por onde passa. Lamentável ver essa aí desse jeito.

  30. Carro magnífico. Uma tristeza vê-lo assim.

  31. Belissimo carro, TWINSPARK…. tive um desses, uma pena mesmo…

  32. Carrao na epoca que eu era criança a diretora da escola tinha um agente passava babando no carro dela todo dia *-* tinha limpador de farol!

  33. Eu adotaria as rodas com certeza no meu carro iam ficar lindas

  34. alo amigos estou sofrendo por ver um alfa neste estado pois tenho um 155 e não esta sendo facio mantelo pois andei batendo com ele estou atraz de farois e espelhos. acho esse modelo um dos carros mais 10 pago a maior nota quando estou dando uma banda é uma pena a fiat não dar suporte para esta marca que um verdadeiro puro sangue um campeão.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: